Categorias
OUTPLACEMENT

Como “se vender”​ no LinkedIn

No meu último artigo, “Os 5 pontos essenciais para o seu LinkedIn brilhar aos olhos dos recrutadores“, expliquei como você deve preparar seu currículo para não ser descartado na triagem inicial. Então se você ainda não o leu, sugiro que leia antes de prosseguir na leitura deste artigo.

Neste, vou te ajudar a “se vender”, para que você avance para a próxima etapa do processo seletivo, que será uma pré-entrevista ou mesmo uma entrevista.

Focarei em 2 pontos principais: os tópicos “Sobre” e “Experiência”.

No quadro “Sobre”, o mais importante é destacar seu principal diferencial. Não é preciso falar das suas experiências pontuais, das empresas onde trabalhou, dos cargos que ocupou, mas do que o torna diferente e especial.

Por exemplo, um profissional de Finanças poderia escrever algo do tipo:

“Graduado em Administração pela USP, pós-graduado em Economia pelo Insper. Atuo há mais de 20 anos na área financeira, em empresas de médio e grande porte, tanto nacionais quanto multinacionais, dos ramos de Máquinas e Equipamentos, Engenharia e Cimenteira.”

Neste exemplo, o foco está nos locais onde trabalhou, e não nos projetos especiais que liderou. Focou no escopo ao invés de focar no resultado. A apresentação ficou vaga e não trouxe nenhum elemento que pudesse dar indício de um diferencial.

Seria muito melhor se ele escrevesse algo do tipo:

“Graduado em Administração pela USP, pós-graduado em Economia pelo Isper. Atuo há mais de 20 anos na área financeira, tendo me especializado em liderar startup e turn-aroud de empresas de médio e grande porte.”

Ao mencionar a especialidade em startup turn-around, consigo imediatamente enxergar o diferencial que ele está “vendendo”.

Você pode até contar uma breve história da sua carreira, como fiz no meu próprio perfil, mas tenha em mente que não deve se alongar demais e focar em trazer informações relevantes, e não repetir as que estarão listadas no escopo das suas experiências profissionais.

No quadro “Experiência” é onde detalhamos nossas passagens profissionais, informando nomes das empresas, cargos, datas de entrada e saída, escopo e resultados.

O ideal é focar nas 2 ou 3 passagens profissionais mais recentes (e portanto mais importantes) e colocar informações mais resumidas (máximo 3 a 5 linhas) para as passagens mais antigas.

Para cada passagem, informe os principais tópicos do escopo e os principais resultados ou projetos que você participou e/ou liderou, como no exemplo a seguir:

É claro que há muito mais que esse profissional poderia dizer da sua atuação, entrando nos detalhes de cada tópico, mas isso é assunto para a entrevista.

O ideal é citar os tópicos mais relevantes, em apenas 1 ou 2 linhas cada, provocando o interesse do recrutador.

Uma das principais coisas aqui é destacar os resultados, ou seja, aquilo que o profissional efetivamente está “vendendo”! Muitas vagas tem o escopo similar, o que vai diferenciar os melhores profissionais são as suas entregas. Ao saltar uma linha e usar um elemento de destaque (como a seta ‘➭’ que eu escolhi no exemplo acima), você conseguirá chamar a atenção do recrutador.

Se na sua área ou função não for simples destacar resultados pela própria natureza do trabalho, uma outra possibilidade é destacar os principais projetos.

Os frutos do seu trabalho são o seu diferencial!

E antes que você me pergunte como formatar o texto no LinkedIn, já adianto que não é possível. Mas você pode copiar a “seta” (➭) e quaisquer outros elementos da lista a seguir e colar no LinkedIn (mas cuidado para não deixar o seu LinkedIn parecendo o diário de uma adolescente): https://www.invertexto.com/simbolos-para-copiar

DICA DE OURO: não deixe de incluir ao longo do texto as palavras-chaves da sua função. Para saber mais, sugiro a leitura do artigo: SEO – Seja encontrado pelos recrutadores.

Se precisar de apoio especializado para sua transição profissional, acesse nossa página sobre o tema: sunhc.com.br/outplacement ou entre em contato comigo.

Um abraço e sucesso!

Hugo Liguori – hugo.liguori@sunhc.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.